Com muitos benefícios, servidor em nuvem avança em 2021

Servidor em nuvem, nos dias de hoje, não é uma grande novidade para o mundo corporativo. Ambientes em nuvem estão, de forma gradativa, mais presentes em empresas sejam de grande ou pequeno porte. Às vezes, de maneira indireta, na utilização de serviços de armazenamento, provedores de e-mail, entre outros. Mesmo de fabricantes diferentes, esses serviços têm em comum a hospedagem de ambiente e/ou servidores em nuvem.

Além desses serviços que são comumente utilizados nas empresas, é possível perceber um movimento empresarial, buscando hospedar seus sistemas internos em nuvem, sabendo dos benefícios que essa modalidade pode trazer ao seu negócio.

Pesquisa mostra o aumento no uso de nuvem nas empresas

Uma pesquisa divulgada pelo Cetic.br, um braço de estudos do NIC.br, mostra que entre 2017 e 2019 o uso de nuvem para armazenamento de arquivos ou banco de dados cresceu 13%, chegando a 38% das empresas. Acompanhando essa alta, a capacidade de processamento em nuvem saltou de 16% para 23% na mesma comparação.

A pesquisa entrevistou 7 mil empresas com 10 ou mais empregados, abrangendo pequenas, médias e grandes empresas. E, de fato, os percentuais de utilização de nuvem são maiores quanto maior o porte da organização entrevistada.

Mas, como ressaltado pelo gerente da pesquisa, mesmo nas pequenas organizações, o uso da nuvem vem sendo disseminado. Assim, se o e-mail em nuvem está em 63% das grandes empresas, é um serviço que faz parte de 54% das médias, mas também é realidade para 36% das pequenas.

Cloud é inevitável

Segundo a consultoria Gartner feita em 2017: “a política ‘não cloud’ será tão rara em 2020 quanto a política ‘não internet’ foi em 2017”. Agora em 2021, vemos que isso aconteceu e continua acontecendo no mundo corporativo. Empresas já percebem que a política ‘não cloud’ não é mais uma alternativa ao negócio.

Não só dentro das empresas o uso de cloud vem se disseminando de maneira crescente, mas também há um movimento de grande parte dos fornecedores de softwares, mudando suas estratégias e passando a oferecer apenas softwares em nuvem, fazendo com que atualizações e novas funcionalidades dos produtos cheguem primeiro para os produtos em cloud do que em produtos on-premise. Com essas mudanças, os clientes já podem experimentar grandes benefícios de utilizar os produtos hospedados em cloud.

Quais vantagens a cloud traz para o seu negócio

A nuvem não oferece apenas vantagens financeiras aos negócios, pois os benefícios vão além e a decisão de migrar ou criar ambientes em nuvem pode elevar o nível de maturidade do seu negócio em vários aspectos, como:

  • Aderência a normas de proteção de dados e segurança: as normas de proteção de dados estão cada vez mais exigentes nos ambientes de TI e leis como a LGPD e a GDPR têm tido mais relevância para os negócios e os clientes. Manter seu ambiente em cloud garante que seu negócio atenda aos requisitos de datacenter que essas normas exigem das empresas. Os grandes fornecedores de cloud possuem o mais alto nível de certificações de segurança e garantem que seu negócio siga as melhores práticas para hospedagem de ambientes em nuvem. Não só nesse ponto, mas a nuvem tem ferramentas que podem agregar a segurança e proteção dos dados da empresa.
  • Tolerância a falhas de datacenter: além de ser considerada apenas como uma hospedagem de servidores e softwares, a nuvem proporciona um ambiente muito mais resiliente que os convencionais. Os grandes fornecedores de nuvem oferecem um grau de redundância expressivo para os ambientes hospedados. Chamadas de zonas de disponibilidade, protegem aplicativos e dados contra falhas de datacenter. São compostas por ambientes equipados com energia, resfriamento e redes independentes entregando SLA para 99,99% para os ambientes hospedados dessa maneira. 
  • Escalabilidade: em 2020, vimos a necessidade crescente de escalar ambientes devido a fatores externos ao negócio. A pandemia de Covid-19 fez com que empresas precisassem se readequar à necessidade de trabalho remoto. A nuvem foi a grande parceira dos negócios nessa jornada de trabalho remoto. Empresas que já usavam nuvem tiveram a possibilidade expandir sua utilização sem precisar de investimentos em hardware nem esperar o tempo de entrega desses produtos, muitas vezes, importados e que levam bastante tempo até sua plena utilização. A escalabilidade não é somente para aumentar demanda, pois pode ser usada também para readequar o tamanho do seu negócio em casos de consolidação de ambientes por exemplo. 
  • Flexibilidade: diferente do modelo tradicional de datacenter on-premise, a nuvem tem a flexibilidade de cobrar somente os recursos utilizados, efetivamente, pela empresa. A cobrança de uso dos ambientes, em alguns casos, pode ser realizada por hora de utilização. Dessa maneira, cargas de trabalho sazonais podem ser executadas e cobradas pelo uso do recurso. Upgrades de ambientes podem ser feitos, de maneira rápida e, em muitas vezes, sem impactos ao ambiente. 
  • Serviços gerenciados e suporte: com a decisão de levar os ambientes para cloud, as empresas acabam focando suas equipes de TI para se aliar mais ao negócio e menos à gerência de ambientes, hardwares e monitoramento. Aliado à facilidade de hospedar ambientes em cloud, o suporte é algo muito importante para seu negócio. Muitas vezes, pode ser considerado, em planos diretos com os fornecedores de nuvem, o que abrange os produtos oferecidos ao cliente. Diferente dessa modalidade, os fornecedores de nuvem oferecem serviços gerenciados em seu ambiente, onde garantem às empresas parceiras monitoramento, suporte e gestão aos produtos hospedados na cloud, não se limitando a eles, mas também aos sistemas hospedados.